China vai comprar menos soja e mais milho, diz USDA

FONTE: Gazeta do Povo

A alta nos preços das commodities agrícolas e a expectativa de desaceleração do Produto Interno Bruto da China (PIB) devem impactar no volume de compras de soja por parte do país asiático durante o ciclo 2011/12. Em seu último re­­latório de oferta e demanda mundial, o Departamento de Agri­­cul­­tura dos Estados Unidos revisou para baixo a estimativa de importações chinesas. Depois de projetar que as aquisições do principal com­­prador de soja do mundo iriam alcançar 55,5 milhões de to­­neladas em fevereiro, o órgão estima agora que o país vai absorver 55 milhões de toneladas de soja.

As importações chinesas de milho, no entanto, se mantiveram em 4 milhões de toneladas, conforme o USDA. O volume é quase quatro vezes maior do que o registrado no ciclo 2010/11, quando o país im­­portou menos de 1 milhão de toneladas de milho.

Como houve redução na de­­manda por soja, os estoques do produto nos Estados Unidos – principal exportador mundial – se mantiveram em relação a fevereiro. O mercado apostava, porém, numa queda das reservas, o que poderia provocar aumento dos preços do grãos na Bolsa de Chicago.

Anúncios
Esse post foi publicado em Economia e Negócios, Mercado, Mercado Externo e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s