Iapar recebe R$ 12 milhões para modernizar infraestrutura de pesquisa

FONTE: Agência de notícias do Paraná

O governador Beto Richa autorizou no início desta semana o Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) a licitar a construção de um galpão para apoio aos programas de pesquisa na sede da instituição, em Londrina. A obra, com mais de mil metros quadrados, custará R$ 858,9 mil e será utilizada para preparo de sementes e outros materiais utilizados na implantação de experimentos.

A autorização eleva para R$ 7,5 milhões o total investido no último ano em construção e manutenção de laboratórios, galpões de apoio, auditórios e salas para pesquisadores e técnicos. Também foram aplicados R$ 4,5 milhões na aquisição de máquinas agrícolas e equipamentos para laboratórios. “Esse aporte é fundamental para assegurar a manutenção do alto padrão técnico e científico que o setor produtivo espera e exige do Iapar”, afirma o diretor-presidente, Florindo Dalberto.

Cerca de 85% dos recursos provêm do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal. O restante é aporte do governo do Estado – por meio do Fundo Paraná, gerido pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti) – e do próprio Iapar. “É o maior programa de obras do Iapar desde a fundação, há 40 anos”, destaca o diretor de Administração de Finanças do Iapar, Altair Dorigo.

Segundo ele, na sede, em Londrina, os investimentos contemplam um galpão de apoio à pesquisa, depósito de produtos agrícolas, substituição das cercas da fazenda experimental e recapeamento asfáltico das vias internas. As obras, já em execução, estão orçadas em R$ 2,9 milhões.

Também estão sendo aplicados cerca de R$ 400 mil na ampliação do laboratório de nutrição animal e edificação de um galpão para apoio aos trabalhos de pesquisa da Estação Experimental Raul Juliatto, de Ibiporã.

Em Ponta Grossa, está em construção um laboratório multiuso e três galpões para armazenamento de insumos e equipamentos agrícolas no Pólo Regional de Pesquisa; salas para pesquisadores e escritório na Fazenda Modelo e, ainda, a ampliação da unidade de beneficiamento de sementes de Vila Velha.

A estação experimental de Irati ganha um novo galpão, para substituir um barracão de madeira, que tem quase 100 anos, utilizado para abrigar tratores e implementos agrícolas. Pato Branco recebe um centro de ordenha para pesquisas com gado de leite e um galpão para apoiar as atividades experimentais no campo.

No Oeste, Palotina terá um novo espaço para apoio à programação de pesquisa, juntamente com a ampliação da unidade de beneficiamento de sementes local. Também estão sendo construídos escritórios na unidade de Santa Tereza e de Santa Helena – nesta última, ainda está sendo edificado um galpão para atividades de pesquisa.

A unidade de Paranavaí, no Noroeste do Estado, foi contemplada com um auditório, salas para pesquisadores e dois galpões.

Emendas de bancada – Em 2012, o Iapar poderá receber R$ 15 milhões provenientes das emendas de bancada incluídas na Lei Orçamentária Anual (LOA) da União. A proposta original era destinar R$ 40 mi à instituição, mas o montante foi reduzido no processo de tramitação no Congresso Nacional.

O dinheiro também será investido no fortalecimento da infraestrutura e, principalmente, em ações de difusão e transferência de tecnologia e início da estruturação da Rede de Pesquisa e Inovação para a Agropecuária do Paraná, envolvendo as universidades e centros de pesquisa do Estado.

Anúncios
Esse post foi publicado em Geral/variedades, Paraná e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s