Pepsico afirma que houve falha no envase do Toddynho, porém diz que não é responsável pelo caso do rato em salgadinho

Após 29 notificações de pessoas registradas (até o dia 4 de outubro), relatando problemas como irritações e lesões da mucosa da boca depois de ingestão do achocolatado Toddynho, em Porto Alegre e região metropolitana da capital do Rio Grande do Sul, a fabricante do produto, a Pepsico, admitiu existir falha no envasamento. 

Um dos laudos analisados pelo Laboratório Central (Lacen) mostra que em um dos lotes, entre os 13 recolhidos, o pH do produto era de 13,3, alcalino, equivalente ao de produtos de limpeza como soda cáustica e água sanitária, e considerado muito alto para alimentos, que tem valores próximos a 7.

No caso do rato que teria sido encontrado dentro de uma embalagem de salgadinho por uma consumidora em SC, a empresa PepsiCo Brasil afirmou , por meio de nota, que não é responsável. “Não é possível que tenha havido contaminação no processo de empacotamento na fábrica ou armazenamento na filial de vendas da empresa”, diz o documento.

FONTES: IG último segundo e Agência Estado

Anúncios
Esse post foi publicado em Qualidade e Segurança Alimentar e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s