Notícias

Veja as principais notícias do Setor:

 

Argentina: exportação de leite em pó alcançou nível recorde em junho (Infocampo)

Apesar de as exportações de queijos não estarem sendo um negócio altamente atrativo para a Argentina, o mesmo não acontece com as vendas externas de leite em pó integral. Em junho, a Argentina exportou 23.824 toneladas de leite em pó integral a granel a um preço médio ponderado de US$ 4.281 por tonelada, um valor 3,4% superior ao registrado em maio de 2011.

O volume exportado em junho foi o mais elevado dos últimos dois anos. O motivo disso é que as companhias exportadoras estão aproveitando os bons preços internacionais do produto antes que esses eventualmente caiam.

O valor mais baixo da tonelada em junho foi de US$ 3.721. Já o preço mais alto foi de US$ 4.982 por tonelada. Os principais destinos declarados em junho de 2011 foram Venezuela, com 48,9% do total; Argélia, com 15,3%; Brasil, com 11,8% – o que representa 2.811 toneladas; Senegal, com 4,7%; e Colômbia, com 2,9%, entre outros.

O último relatório do mercado de leite em pó do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) indicou que os preços internacionais do produto seguem firmes, tanto na Oceania, como na Europa, ainda que os importadores estejam fazendo compras com cautela à espera de uma correção dos preços para baixo (que, no momento, não ocorreu).

No final de junho passado, o alcance de valores das exportações de leite em pó integral proveniente da Europa estava em US$ 4.300 a US$ 4.525 por tonelada, enquanto na Oceania estava de US$ 3.800 a US$ 4.100 por tonelada.

Graziano assume FAO com orçamento curto (Gazeta do Povo)

O brasileiro José Graziano, o novo diretor da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), recebe o primeiro golpe dos países ricos: terá um orçamento para lidar com a fome no mundo que não foi reajustado nem mesmo para compensar a inflação mundial e ainda vai precisar fazer economias extras na administração da organização.

Leia Mais

Sadia/Perdigão chegam a impasse sobre marcas (Folha de São Paulo)

Por Lorenna Rodrigues

A BRF (Brasil Foods) e o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), órgão vinculado ao Ministério da Justiça, chegaram a um impasse nas negociações da fusão entre Sadia e Perdigão por conta do uso das marcas. A fusão entre as duas empresas, que resultou na BRF, poderá ser vetada pelo conselho caso as duas partes não cheguem a uma solução para manter a concorrência em segmentos como os de pizza congelada, hambúrguer e empanado de frango.

Leia Mais

Queda dos alimentos reduz inflação oficial para 0,15% em junho (Estadão)

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou junho com alta de 0,15%, ante avanço de 0,47% em maio, informou o IBGE nesta quinta-feira, 7. O resultado ficou no teto do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo AE Projeções, que iam de +0,04% a +0,15%, e acima da mediana projetada, de 0,07%.

Leia Mais

UE dá por controlado surto de E. coli e apoia revisar sistema de alarme

Sopot (Polônia) – Os países da União Europeia e o Executivo comunitário afirmaram nesta quarta-feira que o surto de “E. coli” está “sob controle” e apoiaram a revisão do sistema comunitário de alerta alimentar, como reivindica um grupo de países liderado pela Espanha.

Leia Mais

Rússia dará resposta sobre embargo a frigoríficos brasileiros em 15 dias (Agência Brasil)

O Serviço Federal de Fiscalização Veterinária e Fitossanitária da Rússia (Rosselkhoznadzor) pediu 15 dias para se manifestar sobre a última negociação para acabar com o embargo às exportações de carne de 85 frigoríficos do Paraná, Rio Grande do Sul e de Mato Grosso.

Leia Mais

Geada prejudica milho ‘safrinha’ e trigo no Paraná (Valor On Line)

As lavouras de milho safrinha e de trigo do Paraná estão sofrendo em decorrência das geadas no Estado.

Leia Mais

Grãos: safra chega a 162 milhões de toneladas (MAPA)

O Brasil vai produzir 162 milhões de toneladas de grãos nesta safra. Os números são do décimo levantamento realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta quarta-feira, 6 de julho, em Brasília (DF). O estudo, que retrata o estágio atual das culturas em todo o país, mostra novo recorde.

Leia Mais

Indústria de leite da Aurora garante ganhos maiores aos produtores (Jornal Novo tempo)

Até o final do século passado, o leite produzido no oeste de Santa Catarina era o mais barato do Brasil, estimulando laticínios de Minas Gerais, São Paulo e Paraná a captar essa matéria-prima em território barriga-verde para processá-la em suas matrizes de origem – com ganhos para as indústrias e prejuízos para as famílias rurais.

Leia Mais

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s