PR pode perder US$ 100 milhões nas exportações de carne

A dois dias a Rússia confirmou a decisão de não mais comprar carnes produzidas no Paraná, no Rio Grande do Sul e em Mato Grosso, por tempo indefinido. O Paraná é o estado mais prejudicado, tanto em número de estabelecimentos colocados sob suspenção quanto em valor das exportações – nada menos de 100 milhões de dólares por ano de prejuízo.

Segundo alguns colocam, a reação brasileira foi a de declarar guerra aos russos, acusando-os de realizar manobras burocráticas visando a deprimir os preços. Segundo matéria na Gazeta do Povo publicada hoje, os tiros foram respondidos imediatamente com uma saraivada: em nota oficial, o governo russo disse sentir uma “grande lástima” pelo fato de o governo brasileiro ter “desencadeado na imprensa” uma “ampla campanha informativa, acusando a Rússia de protecionismo e falta de objetividade”.

Talvez haja falta de “manha” diplomática por parte do Brasil, porém a reação Brasileira pode também ter sido de “proteção” já que o Brasil exporta carnes para países muito exigentes (tanto em questões sanitárias quanto de qualidade), como os países da União Européia e Japão. Talvez a “exigência” da Rússia esteja mesmo um tanto demasiada. Para refletir…

Anúncios
Esse post foi publicado em Geral/variedades, Indústria Agroalimentar / Agronegócios, Mercado, Paraná, Qualidade e Segurança Alimentar, Segurança Alimentar - Regulamentação e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s